terça-feira, 23 de novembro de 2010

Boa música

Baby Boy Da Prince
The Way I Live


segunda-feira, 22 de novembro de 2010

O antes e depois

Essa é a Belina recuperada pelo programa Lata Velha de Luciano Hulk.
 
Tirando tudo o que é brega, é possível enxergar uma beleza exótica nestes modelos.
 
Engraçado tudo isso. Faz anos que tenho esse pensamento e não fosse outras prioridades já teria feito uma parecida maio ou menos assim:
 
 
- Belinha Del Rey GLX / Guia 1.8 (com motor 2.0 álcool aspirado, com 120 à 150 cv)
 
- Câmbio 4+E do Santana
 
- Rodas 15" ou 16" na cor branca.
 
- Retirada de todos os frisos e cromados.
 
- Azul, Dourado ou Branco na carroceria.
 
- Interior original e com som em posições originais.
 
 
Apesar de ser um modelo longe de ter alta performace, seria uma delícia em longas viagens, além de ser lindo.
 
 
Nada como imaginar...
 
 
 
 

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Alô

Adora um telefone

Dormindo

 

Questão de opnião

Este vídeo abaixo reflete um pouco do que venho pensando à anos. Não se trata de levar o que este senhor diz ao pé da letra, mas sem dúvida há uma boa dose de verdade. O cara é polêmico.


Malditos Miseráveis que Agora Compram Carros
por Luiz Carlos Prates

We All Want to Be Young - Y

"O filme 'We All Want to Be Young' é o resultado de diversos estudos realizados pela BOX1824 nos últimos 5 anos. A BOX1824 é uma empresa de pesquisa especializada em tendências de comportamento e consumo.
 
Este filme possui licença aberta pelo Creative Commons.
 
Roteiro e direção: Lena Maciel, Lucas Liedke e Rony Rodrigues"
 

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Coisas interessantes

As vezes ocorrem coisa interessantes como andar em cima de uma plantadeira no meio de um trigal colhido.
 
As imagens são surreais.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Faça você mesmo.

Fico decepcionado quando vejo pessoas que não sabem instalar um chuveiro. Se for uma mulher é até perdoável, já que sua natureza tem muitas outras qualidades. Mas um homem não saber trocar um chuveiro é muito triste, para falar a verdade muito humilhante.

Instalar um chuveiro deveria ser obrigatório para todos do sexo masculino e facultativo para o sexo feminino. Essa atitude mostra que o indivíduo tem uma mínima noção de hidráulica, mecânica e elétrica, ou pelo menos sabe se virar com as coisas dentro de casa.

Se o indivíduo além de trocar souber como arrumar, então ele está pronto para descobrir um novo mundo. Um mundo de possibilidades e alternativas fora dos padrões que mostra a ele, a verdade e simplicidade por trás das coisas.

Nada é tão difícil quanto parece. Qualquer um pode fazer, basta querer.

Se te disserem que não dá, duvide. Complicado são eles.

Sobre isso um link interessante: http://www.ifixit.com/Manifesto

Um abraço,

Rafael Aun

Boa música

Lily Allen - The Fear

Take a look

Sou assim

Minha menina

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Mediocridade

Não saberia explicar bem o porquê, mas certamente o mundo atual se tornou, de uma certa maneira, medíocre.

Creio que, na onda atual de fazer de tudo depressa, o espaço destinado à reflexão foi completamente ocupado pela ansiedade, trazendo ao mundo uma enxurrada de babaquices e mazelas que poderiam ser facilmente evitados.

Como assim? Explico.

A ordem natural das coisas é dinâmica e está em constante mutação. Ontem não é igual a hoje e hoje não será igual amanhã. Ponto.

Porém, a mutação natural ocorre de maneira gradual e geralmente insere vagarosamente os elementos de mudança. Isso pode ser comparado um tempo para reflexão. Uma coisa inteligente que o universo aprendeu e vem tentando ensinar aos seres humanos.

A reflexão é um processo importante da criação e ajuda a minimizar os erros. Mudar as coisas é natural, mas quando feito com ansiedade traz um resultado péssimo para todos nós.

Os muito ansiosos como todos sabem, aceitam a primeira solução que aparece, ignorando outras soluções que talvez pudessem ser mais bem resolvidas. Mas devemos lembrar que ser um pouco ansioso é muito bom, ajuda a começar uma mudança e é um sentimento nobre.

No meu ver, assim está o ser humano de uma maneira geral. Deixou de refletir e passou a tomar atitudes desesperadas e prol de uma coletividade pouco inteligente.

Que um exemplo? Olhe a foto.

Bertioga em 1984.

Pode se dizer que havia relativa interação entre homem e natureza, sem excessos ou abusos. Um tempo em que o tempo de refletir era respeitado.

Infelizmente, alguém um dia achou que a avenida da praia e as suas ruas deveriam ser todas asfaltadas. A partir de então, o sossego de caminhar a pé algumas quadras até a praia se tornou um desafio por causa do calor e os turistas indesejáveis começaram a trazer suas mais belas carangas com o batidão do momento tocando a todo volume a beira mar.

Na ansiedade de fazer algo bom, esqueceram de refletir sobre o assunto e acabaram estragando o que era bom, o que era equilibrado, para sempre.

PS: Desenvolvi este texto por que recebi esta foto por email. Em Bertioga, fui desde muito pequeno até completar a maioridade. Sinto falta do tempo para pensar. De olhar para o mar e pensar. Pensar muito e esquecer que atrás de mim existe uma terra cheia de mediocridade.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Jamil Aun

A razão de eu admirar alguns seres humanos está na basicamente qualidade de indivíduo que cada possui. Até irmãos gêmeos que nascem com mínimas diferenças fisiológicas são completamente diferentes de ser, comprovando que cada um é um independentes na sua forma de agir e pensar.


Por isso, nunca aceitei ( e nunca vou aceitar) qualquer tipo de comparação com outro ser humano, por mais bela e especial que esta seja. Ninguém se compara a mim, como ninguém se compara você. É uma questão de respeito, de humildade e de inteligência.

Existe um ser admirável que proporcionou condições para a existência de muitos outros seres, inclusive a minha e de minha filha. Sem ele, não estaria aqui digitando estas palavras, contando para vocês que meu avô seguiu seu caminho e agora está em algum lugar deste universo.


Ele morreu? Não, no meu entender não. Porque enquanto houver  memória ou mesmo um vago pensamento, ele estará vivendo de alguma forma. Fico feliz pela sua partida, lutou a boa luta.


Boa viagem Seu Jamil, você é incomparável.


Um até breve de quem te ama.


Rafa

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Teste de postagem

Testando

Saiu andando

A Valentina abriu o portão e saiu andando pro outro lado da rua...

Pode?

Coisa de outro mundo





Lindo ver dois campeões andando na cidade em que nasci e no bairro que criei. Pena ser tão mal divulgado. Faria uma loucura para ver esse evento de perto e quem sabe pedir pro meu amigo Emerson dar uma volta neste também...