sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Boa música

Emerson Lake Palmer
Lucky Man
 

Lições básicas

Estar na estrada é minha paixão pessoal, não importa o que digam. Ou é um gene dominante na família ou tara adquirida. Sei lá, mas isso já me ensinou muito sobre como se comportar dentro e fora dela.

Na última viagem com os finlandeses fiquei 99% do tempo na cabine do ônibus com os motoristas. Fui de co-piloto e passei muitas horas acordado conversando bobagens, apreciando a paisagem e pensando na vida.

Uma coisa que desejo compartilhar com vocês é este vídeo abaixo. Durante a viagem, por duas vezes carros lentos "entraram na frente" sem perceber o risco que causaram. É uma questão de bom senso, coisas grandes demoram para parar.


No vídeo a Van Branca freia (ou anda tão devagar) que o motorista da carreta não consegue segurar. Gente, fica o alerta: cuidem o retrovisor.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Me caiu os butiá do bolso...

É uma expressão regionalista típica do Rio Grande do Sul.
Usa-se quando a pessoa quer dizer que está impressionada, assustada ou estupefada.

A expressão é usada porque o butiá é uma fruta pequena, pouco maior que uma bola de gude, dando a idéia de que quando se pára de sopetão, eles facilmente caem dos bolsos.

F1 - Retrospectiva 2010

Gostaria apenas que no lugar do Galvão Bueno estivesse o espirituoso Edgar Mello Filho.

Seis dias e cinco noites.

 
 
Dodge Dart Custom 1973
Autor: Ararê Novaes

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Boa música

Baby Boy Da Prince
The Way I Live


segunda-feira, 22 de novembro de 2010

O antes e depois

Essa é a Belina recuperada pelo programa Lata Velha de Luciano Hulk.
 
Tirando tudo o que é brega, é possível enxergar uma beleza exótica nestes modelos.
 
Engraçado tudo isso. Faz anos que tenho esse pensamento e não fosse outras prioridades já teria feito uma parecida maio ou menos assim:
 
 
- Belinha Del Rey GLX / Guia 1.8 (com motor 2.0 álcool aspirado, com 120 à 150 cv)
 
- Câmbio 4+E do Santana
 
- Rodas 15" ou 16" na cor branca.
 
- Retirada de todos os frisos e cromados.
 
- Azul, Dourado ou Branco na carroceria.
 
- Interior original e com som em posições originais.
 
 
Apesar de ser um modelo longe de ter alta performace, seria uma delícia em longas viagens, além de ser lindo.
 
 
Nada como imaginar...
 
 
 
 

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Alô

Adora um telefone

Dormindo

 

Questão de opnião

Este vídeo abaixo reflete um pouco do que venho pensando à anos. Não se trata de levar o que este senhor diz ao pé da letra, mas sem dúvida há uma boa dose de verdade. O cara é polêmico.


Malditos Miseráveis que Agora Compram Carros
por Luiz Carlos Prates

We All Want to Be Young - Y

"O filme 'We All Want to Be Young' é o resultado de diversos estudos realizados pela BOX1824 nos últimos 5 anos. A BOX1824 é uma empresa de pesquisa especializada em tendências de comportamento e consumo.
 
Este filme possui licença aberta pelo Creative Commons.
 
Roteiro e direção: Lena Maciel, Lucas Liedke e Rony Rodrigues"
 

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Coisas interessantes

As vezes ocorrem coisa interessantes como andar em cima de uma plantadeira no meio de um trigal colhido.
 
As imagens são surreais.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Faça você mesmo.

Fico decepcionado quando vejo pessoas que não sabem instalar um chuveiro. Se for uma mulher é até perdoável, já que sua natureza tem muitas outras qualidades. Mas um homem não saber trocar um chuveiro é muito triste, para falar a verdade muito humilhante.

Instalar um chuveiro deveria ser obrigatório para todos do sexo masculino e facultativo para o sexo feminino. Essa atitude mostra que o indivíduo tem uma mínima noção de hidráulica, mecânica e elétrica, ou pelo menos sabe se virar com as coisas dentro de casa.

Se o indivíduo além de trocar souber como arrumar, então ele está pronto para descobrir um novo mundo. Um mundo de possibilidades e alternativas fora dos padrões que mostra a ele, a verdade e simplicidade por trás das coisas.

Nada é tão difícil quanto parece. Qualquer um pode fazer, basta querer.

Se te disserem que não dá, duvide. Complicado são eles.

Sobre isso um link interessante: http://www.ifixit.com/Manifesto

Um abraço,

Rafael Aun

Boa música

Lily Allen - The Fear

Take a look

Sou assim

Minha menina

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Mediocridade

Não saberia explicar bem o porquê, mas certamente o mundo atual se tornou, de uma certa maneira, medíocre.

Creio que, na onda atual de fazer de tudo depressa, o espaço destinado à reflexão foi completamente ocupado pela ansiedade, trazendo ao mundo uma enxurrada de babaquices e mazelas que poderiam ser facilmente evitados.

Como assim? Explico.

A ordem natural das coisas é dinâmica e está em constante mutação. Ontem não é igual a hoje e hoje não será igual amanhã. Ponto.

Porém, a mutação natural ocorre de maneira gradual e geralmente insere vagarosamente os elementos de mudança. Isso pode ser comparado um tempo para reflexão. Uma coisa inteligente que o universo aprendeu e vem tentando ensinar aos seres humanos.

A reflexão é um processo importante da criação e ajuda a minimizar os erros. Mudar as coisas é natural, mas quando feito com ansiedade traz um resultado péssimo para todos nós.

Os muito ansiosos como todos sabem, aceitam a primeira solução que aparece, ignorando outras soluções que talvez pudessem ser mais bem resolvidas. Mas devemos lembrar que ser um pouco ansioso é muito bom, ajuda a começar uma mudança e é um sentimento nobre.

No meu ver, assim está o ser humano de uma maneira geral. Deixou de refletir e passou a tomar atitudes desesperadas e prol de uma coletividade pouco inteligente.

Que um exemplo? Olhe a foto.

Bertioga em 1984.

Pode se dizer que havia relativa interação entre homem e natureza, sem excessos ou abusos. Um tempo em que o tempo de refletir era respeitado.

Infelizmente, alguém um dia achou que a avenida da praia e as suas ruas deveriam ser todas asfaltadas. A partir de então, o sossego de caminhar a pé algumas quadras até a praia se tornou um desafio por causa do calor e os turistas indesejáveis começaram a trazer suas mais belas carangas com o batidão do momento tocando a todo volume a beira mar.

Na ansiedade de fazer algo bom, esqueceram de refletir sobre o assunto e acabaram estragando o que era bom, o que era equilibrado, para sempre.

PS: Desenvolvi este texto por que recebi esta foto por email. Em Bertioga, fui desde muito pequeno até completar a maioridade. Sinto falta do tempo para pensar. De olhar para o mar e pensar. Pensar muito e esquecer que atrás de mim existe uma terra cheia de mediocridade.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Jamil Aun

A razão de eu admirar alguns seres humanos está na basicamente qualidade de indivíduo que cada possui. Até irmãos gêmeos que nascem com mínimas diferenças fisiológicas são completamente diferentes de ser, comprovando que cada um é um independentes na sua forma de agir e pensar.


Por isso, nunca aceitei ( e nunca vou aceitar) qualquer tipo de comparação com outro ser humano, por mais bela e especial que esta seja. Ninguém se compara a mim, como ninguém se compara você. É uma questão de respeito, de humildade e de inteligência.

Existe um ser admirável que proporcionou condições para a existência de muitos outros seres, inclusive a minha e de minha filha. Sem ele, não estaria aqui digitando estas palavras, contando para vocês que meu avô seguiu seu caminho e agora está em algum lugar deste universo.


Ele morreu? Não, no meu entender não. Porque enquanto houver  memória ou mesmo um vago pensamento, ele estará vivendo de alguma forma. Fico feliz pela sua partida, lutou a boa luta.


Boa viagem Seu Jamil, você é incomparável.


Um até breve de quem te ama.


Rafa

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Teste de postagem

Testando

Saiu andando

A Valentina abriu o portão e saiu andando pro outro lado da rua...

Pode?

Coisa de outro mundo





Lindo ver dois campeões andando na cidade em que nasci e no bairro que criei. Pena ser tão mal divulgado. Faria uma loucura para ver esse evento de perto e quem sabe pedir pro meu amigo Emerson dar uma volta neste também...

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Beijo

Gostar de uma velha Ford Del Rey Belina é normal?

Sim, é normal e tem explicação.

O filme Love the Beast (Eric bana) lançado nos EUA em abril de 2010 responde com clareza a fascinação de certos meninos e algumas meninas, por carros, corridas e velocidade. Com um título muito mal traduzido para Paixão pela Velocidade poderia acertar em cheio se a tradução fosse literal como "Ame a fera!". A história é verídica feita como um documentário, mostra por que algumas pessoas gostam tanto de um carro, mesmo quando ninguém dá a mínima pra ele.

São entrevistadas pessoas ilustres como Jay Leno, Jeremy Clarkson e o Dr. Phil. Este último responde com medicina, como e porque existe o afeto com algo sem "vida. Também há na história relação de pais e filhos, automobilismo clássico, sobre-esterço e a ensina onde encontrar a chama da vida. É muito legal

Eu me identifiquei muito com o filme. Uma velha Ford Del Rey Belina 88 GLX 1.6 CHT Álcool e um ator chamado Rafael Aun daria uma ótima seqüência ...

PS: Um pedido formal aos proprietários, se venderem um dia (se é que vão vender depois de assistir o filme) vendam para mim. É o pedido de uma criança entusiasmada...

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Vrumm, vrummmmmmm

Motoca


Acordei com uma vontade louca de comprar uma moto. Mas não uma moto 125cc, nem uma moto cadeira elétrica.

Essa ai da foto me veio a cabeça: CBR 450 SR ano 90 e alguma coisa.

Nunca fui de moto, nunca gostei na verdade.

Só pra ajudar um colega de produção veio torcendo o cabo na rodovia que da acesso à fabrica. Era uma 450 CB ou 7 galo. O som era lindo.


Boa música

Ontem estava olhando o Google Maps sonhando em roteiros que poderia fazer no caso de conseguir férias no fim do ano. Gosto tanto de viajar que começo a pensar em dar mais atenção a isso, já que me trás bem estar.

Pois bem, entre um zoom e outro me deparei com uma mancha azul clara no meio do nordeste e curioso, descobri que lá, as margens de uma barragem existiam a cidade de Remanso, Casa Nova, Sento Sé e Pilão Arcado e Sobradinho...




Imediatamente lembrei da música:

Sobradinho
Biquini Cavadão


quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Teste de postagem usando o Word

Testando, um dois três....

domingo, 3 de outubro de 2010

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Santa Maria

Hilda, Maria Júlia e Valentina - Santa Maria / 2010

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Simplicidade



Uma coisa legal que temos por aqui são algumas amizades sinceras.

Na última sexta feira fomos convidados a participar de uma galinhada para 50 pessoas.

Acho que só nós não fazíamos parte da família italiana. Muito legal, todos felizes, numa boa.

Eles, no início de cada ano, compram a uva e produzem seu próprio vinho. Acho que vou embarcar nessa ano que vem....

ITube, YouTube, SheTubes...

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Vacina

Tomei injeção por que pisei em um prego enferrujado. A Valentina tomou duas por que está na época.

Simultâneamente.

O troço horriver.

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Geração Coca-Cola

Há tempos que quero compartilhar um assunto que acho interessante, principalmente aqueles que estão entre 20 e 30 anos.

Não sei quem começou com o estudo de “Gerações”, mas há uma boa dose de acertos relacionados a ela. Achei muitas respostas lendo o trabalho que deixo publicado logo abaixo e também no link em anexo.

Muito da minha maneira de pensar e também de agir, foram e continuam ser mal interpretadas por pessoas queridas com idade diferentes das minhas. Não é por mal, são apenas vivências baseadas em momentos diferentes, experiências diferentes e até não dizer um mundo diferente.

Como é bom saber que não se está sozinho nesse mundo e como é engraçado ver as “comum..idades” interagindo entre usando as ferramentas que lhe foram dadas.

Segundo os textos, estou classificado como um líder da Geração Y. Muito provavelmente estarei interagindo no trabalho com o pessoal da Geração X e também da Geração Baby-Boomers. Sabendo como cada um deles se “conversa” pode se tirar algumas vantagens dessas relações.

Um abraço,

Rafa

...

Fonte: VIDA EXECUTIVA | por Bernt Entschev

Por que a geração Y é tão exigente

Nascidos em meio a um boom tecnológico, os jovens de hoje cresceram sob mimos dos pais. Talvez seja por isso que eles fazem tanta questão de altos salários, bonificações e premiações


A geração Y, formada por jovens com idade 18 e 30 anos, veio com tudo para o mercado de trabalho. As empresas têm se modificado cada vez mais com a irreverência dessas pessoas. Não é à toa que as organizações estão ainda mais dinâmicas e ousadas, pois é exatamente o espírito que esses novos profissionais vêm imprimindo nos últimos anos. Todo esse vigor se deve a um fator que salta aos olhos: eles nasceram em meio a um boom tecnológico. Junto deles veio o acesso a computadores, o fortalecimento da mídia televisiva e a facilidade dos celulares, coisa que seus pais não tiveram tão cedo. Já seus pais acabaram dotados de grande vontade de prover aos filhos aquilo que não puderam ter quando crianças. Isso fez com que a geração Y recebesse, ao longo de sua infância, uma infinidade de presentes e mimos. Talvez seja por isso que essa geração faz tanta questão de salários altos e, principalmente, de premiações e bonificações agregadas ao rendimento.

Algumas características fazem com que essa geração seja facilmente identificada. Um exemplo evidente é a superdependência de aparelhos de comunicação rápida, como o celular e o computador. Aliás, exatamente por serem sedentos de novidades é que uma de suas características mais admiradas pelos experientes é a alta capacidade inovadora que possuem: estão sempre em busca de criar algo novo, que ninguém ainda viu.

No entanto, diante de tanta energia, me preocupo com a maneira com que as empresas se preparam para receber esses novos profissionais. Sim, as organizações precisam se preparar para a explosão de novas ideias e para o novo ritmo que essa turma traz consigo. Os gestores devem se abrir para o novo. Quanto mais conservadores eles forem, menos conseguirão se adaptar e conquistar seus novos funcionários. Estar aberto significa não só entendê-los, mas sim ouvi-los, interpretá-los e, principalmente, implementar suas ideias – claro, se forem realmente boas.

Essa turma também tem pressa. Por estarem extremamente concentrados no desenvolvimento de suas carreiras, eles não são tão fieis às organizações. Ao passo que recebem ofertas de trabalho que impulsionarão suas carreiras, não há porque (na cabeça altamente dinâmica deles) continuarem numa empresa que não oferece um crescimento tão rápido. Por isso, para segurar os talentos jovens na organização, é preciso saber lidar com essa ansiedade. Planejamentos de carreira por parte das empresas são extremamente importantes, desde que mantenham coerência com o que estes jovens projetam em seus planos profissionais. Só assim o jovem vai se sentir tentado a continuar nesta organização.

...

www.ssj.com.br/criacao/Pocket4_GeracaoYweb.pdf

Vontando



Apesar de uma pequena torção no pé esquerdo, a Valentina segue bem.

Agora está com um ano, um mês e seis dentes.

Agora vou poder postar mais frequente.

Adquiri um aparelinho que faz um pouco de tudo e ainda tem meu sonhado GPS.

Beijos a todos.

Rafael Aun

sábado, 21 de agosto de 2010

Boa música

Acho tudo nessa artista demais. Atitude, coreografia e principalmente a música.

Penso até que ela é o representa um momento muito interessante na hitória...

Monster
Lady Gaga


Ainda vivo...

Por diversas razões não posso alimentar o blog como gostaria e ultimamente tem sido muito corrido também. Só para saberem no último dia 18 voi aniversário da Valentina e amanhã será sua festinha de um ano.

Vai ser coisa fina e prometo colocar o vídeo e as fotos ASAP. Quero que saibam que por mais difícil que seja sempre vou tentar alimentar o blog com o máximo de frequencia possível. Tenham paciência por favor.

Abraço a todos.

Rafael

terça-feira, 27 de julho de 2010

Azar ou inevitável?

Fiquei muito triste em saber que o vizinho de comércio teve uma morte trágica no último domingo. O cara era uma pessoa boa e tinha bons princípios. Era um pouco surdo e tinha se mudado para uma lojinha menor morando nos fundos do seu comércio. Acho que as coisas não andavam muito bem para ele.

Sempre que precisava ia até lá para cortar um vidro e quase sempre via ele e sua filha no balcão da loja, algumas vezes acompanhado da esposa. Pois bem, mesmo com um trabalho tão arriscado e cheio de perigos como a função de um vidraceiro, acabou falecendo por excesso de queimaduras ao salvar sua filha de um incêndio em sua casa no último domingo.

Seria irônico, se não fosse trágico.

Fico tentando entender por que isso acontece? Por que um ser humano tem sorte e outro tem azar, por que um tem chance e outro não tem, por que um vive mais e outro menos, por que um consegue e outro não, são tantos porquês...
Parece não ter haver resposta para essas coisas. A vida é assim e pronto. Quem não quiser que saia da brincadeira. Essa diversão de viver me parece mais legal pra quem sai do que pra quem fica, por que não é legal ficar sozinho nesse jogo de queimada, onde a bola vai atingindo outras pessoas até que, se tiver sorte, reste apenas você.

Estou omitindo alguns outros detalhes que não quero comentar, mas começo firmar a cada dia que passa, que o mais importante a fazer enquanto o sangue pulsa, é buscar as coisas simples que tragam a alegria pessoais, independente de grana, status ou vaidade. Vaidade.

O melhor da vida é não é de graça, mas custa pouco.
Aos poucos começo com esse pensamento à nortear o tempo que me sobra para coisas mais prazerosas. Entendo que desta forma vou começando a ficar alinhado com aquilo que realmente importa.

Acho um tremendo desperdício ficar sentado horas a fio na frente de uma tela enquanto o céu está lá fora todos os dias, desperdício discutir bobagens que não chegam a lugar nenhum quando as verdadeiras soluções para os problemas começam com os atos mínimos de confiança, respeito e cooperação, desperdício lutar contra a poeira vai sentar sobre sua mesa enquanto seu tempo vai terminando.

Nosso tempo é sempre regressivo e a partir de agora, eu e você temos menos 5 minutos de vida.

Certo gafanhoto?

Pra pensar

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Escrevendo rápido.

Semana passada sugeri o vídeo sobre filmar um dia de nossas vidas.

Curiosamente o dia escolhido caiu exatamente na data mais indevida. Devido a muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo nao consegui registrar nada do que gostaria.

Dirigi 16 horas seguidas, 8 delas a noite em baixo de chuva, algumas em neblinha, depois de 2 semanas sem ver minha esposa e filha e quando chego ao destino descubro na chegada que o pai da minha esposa havia falecido.

Olhando apenas a cinematografia, ia ficar algo interessante.

Depois disso muita coisa tem passado pela minha cabeça.

Um abraço a todos e desculpem a falta de postagens.

Logo deve voltar ao normal.

Boa música

Royksopp
What else is there


Não como incorporar, mando o link.

Dá uma olhadinha.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Life in a Day

É amanhã.

http://www.youtube.com/lifeinaday

sábado, 17 de julho de 2010

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Antes de morrer quero:


Ora ou outra acabo me deparando com coisas interessantes. A pouco tempo comentei sobre um projeto cinematográfico que pretende fazer um filme com pedaços da vida de anônimos.
Agora encontrei um que, com uma câmera Polaroid, tira fotos de pessoas anônimas e pede para que elas mesmos escrevam o que gostariam de fazer antes de morrer.

http://beforeidieiwantto.or/usa_other.html

http://obviousmag.org/archives/2010/07/o_que_voce_quer_fazer_antes_de_morrer.html

É uma pena que a maioria das fotos originais está escrita em inglês sem opção de tradução, mas vale a pena ao menos ver e pensar no que você gostaria de fazer antes de bater as botas.
Eu começo a brincadeira...

Antes de morrer quero:

Conhecer mais alguns estados brasileiros.
Viajar muito, de preferência dirigindo um carro.
Ver minha filha fazendo um Intercâmbio e voltar falando inglês.
Casar mais trinta vezes com minha própria esposa.
Aprender francês.
Restaurar um carro.
Competir em uma corrida de kart profissional.
Ser um bom pai.
Ter meia dúzia de bons amigos que me agüentem carregar no colo quando precisar.
Ser pai novamente.
Velejar.
Conhecer a Bauhaus.
Passar uma semana em uma praia quente e pouco habitada.
Continuar a trabalhar com pessoas mais inteligentes que eu.
Ficar velho sem causar prejuízos.
Tocar uma música no violão.
Voltar a andar de bicicleta.
Ver o mundo sem fronteiras.
Acabar com a raça do gato que bagunça meu lixo.
...

Acabou meu tempo

E você, o que gostaria de fazer antes de morrer?

Postagem

O volume de post diminuiu bastante nos últimos tempos por motivos de força maior. Meu sogro não está muito bem de saúde e a não posso atualizar mais o blog como antigamente. No geral as coisas vão meio tumultuadas e isso faz parte.
Peço um pouco de paciência.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Que dor no coração

Boa música

The Wallflowers
One Headlight


Boa música

Para começar o dia bem animado

Emmerson Nogueira
Emotion


Life in a Day

Encontrei pela manhã uma atividade que pretendo participar e gostaria de dividir ela com vocês.

Trata-se de um projeto cinematográfico que pretende recolher vídeos de pessoas anônimas que mostrem seu dia e coisas que elas mais gostem. Depois de editado ele pode ser selecionado e virar um documentário. Pode ser em qualquer idioma.

Achei a idéia interessante. Mesmo que seja só para fazer um vídeo sobre um dia de sua vida. A coisa vai muito além de ser escolhido ou algo para ser elogiado. Serve para olhar nossa vida de um outro ponto de vista, como se alguém importasse com aquilo que aparentemente só você dá importância.

Vai ser no mínimo interessante.

Acessem o canal para terem maiores informações:

http://www.youtube.com/lifeinaday

Um abraço,

Rafael Aun

terça-feira, 6 de julho de 2010

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Imigrante



O visitante dá mais valor para as coisas que o dono.

Já descobri um monte coisas em Passo Fundo que boa parte das pessoas que eu conheço não fazem nem idéia que existem.

Esse é mais um caso.

Um louco multi-esportista chamado Vitor De Carli é passo-fundense e foi um dos maiores acrobatas aéreos, realizando apresentações em cima do avião sem fazer o uso do paraquedas.

Interessante não?

Natal chegou mais cedo

Sexta-feira o Natal chegou com sua família aqui em casa. Viajaram 1.200 km para fazer uma visita. Fim de semana que vem devem seguir de volta para Campo Grande. Preciso fazer o memo.

Brasil x Holanda

Nunca gostei de assistir futebol. Acho um esporte político que há tempos perdeu a característica de desporto puro. Assim também é a maioria das categorias de automobilismo.

Também não achava muita graça em jogar bola. Fazia mais como uma forma de ter amigos já que correr de kart era um sonho para lá de impossível.

Enfim, esqueci de assistir a segunda parte do jogo. Estava almoçando com minha família. Neste período o time do Brasil perdeu sua vantagem para o time da Holanda e não participa mais da disputa mundial.

Para mim, isso é indiferente. Para alguns colegas do trabalho também. Para a Globo parece ser um fim do mundo. Assistir alguns canais de televisão faz o mesmo que converter fiéis.

Agora tudo volta ao normal. Daqui a pouco começam os rumores da eleição. Outro assunto que não me interessa. A maioria dos eleitores vai tentar decidir qual dos candidatos vai judiar menos do corpo cansado. Que herança nos deixaram de presente...

Acho que o negócio é ser índio.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Anda logo


Em tempo, hoje foi a primeira vez que vi a Valentina caminhar por si. Três passinhos perfeitos e uma confiança que me fez rir a toa.

Como pode um bichinho tão pequeniniho nos surpreender tanto? Não posso acreditar que já se passaram 10 meses.

Boa música

High and Dry
Jorge Drexler

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Coisas do Sul

UPF - Universidade de Passo Fundo - Junho/2010

terça-feira, 29 de junho de 2010

Boa música

DJ Bobo
Dance With Me

Coisas do Sul

Área de plantio próximo à Passo Fundo - Junho/2010

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Vaca vermelha voa?

Verdade

Eu acredito que existem algumas regras básicas para tudo que existe no mundo. São conceitos simples que não exige muita explicação ou capacidade diferenciada para entender. Todas as flores e adereços que colocam para explicar estas coisas são geralmente feitas para distanciar a verdade.

Costumo ouvir este som de vez em quando, geralmente quando acontece algumas coisas desagradáveis que me deixa desmotivado. A versão original é muito mais profunda e realista que a traduzida pelo Pedro Bial. Para os que não entendem inglês aconselho ler a legenda que, ainda que falha, reproduz em texto algumas destas pequenas regrinhas básicas.

Advice, like youth, probably just wasted on the young
Mary Schmich


Circus







sábado, 26 de junho de 2010

Boa música

Heal the pain
George Michael


quinta-feira, 24 de junho de 2010